Featured Image

Estenose de Uretra Pós Prostatectomia

estenose da uretra é o estreitamento de algum segmento do canal uretral, de causas diversas, entre elas traumatismos, inflamação ou causas desconhecidas. Esse problema leva a dificuldade no esvaziamento da bexiga podendo ter como conseqüências, infecções urinárias  de repetição, retenção de urina com possibilidade de uso de cateteres e até insuficiência renal.

Problemas relacionados a próstata podem ter como tratamento necessário a realização de cirurgias, sejam elas para resolução de doenças benignas (Hiperplasia Prostática Benigna)  ou para tratamento do câncer de próstata.

Porém, em alguns casos, tais tratamentos  mesmo quando  bem executados por  cirurgiões experientes, podem ter como conseqüência algum grau de estenose da uretra. No tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) por via endoscópica, uma das lesões mais freqüentes  ocorre na uretra bulbar, podendo ser relacionada ao traumatismo pelo aparelho de ressecção da próstata ou até por processo inflamatório pelo uso de sonda vesical. Quando a próstata é de volume muito grande, eventualmente não é possível resolução por via endoscópica, sendo então necessário a cirurgia tradicional. Após a prostatectomia  aberta uma das conseqüências  pode ser a estenose da uretra posterior. O tratamento de tais lesões pode ser iniciado com realização de cirurgias endoscópicas (uretrotomia interna) porém devido a alta chance de recorrência de tais tratamentos, boa parte dos pacientes terminam por necessitar de uma cirurgia mais complexa para solucionar seu problema (uretroplastia posterior).

Quando  existe a necessidade da  retirada completa da próstata para tratamento do câncer(prostatectomia radical), também podemos ter como complicação o estreitamento da uretra ou mesmo estenose da anastomose  da uretra com a bexiga( junção da uretra com bexiga através de sututras). Nessas situações podem ser necessárias novas intervenções e em casos mais complexos pode ser necessário a reconfecção dessa anastomose da uretra com a bexiga  através de uma complexa cirurgia perineal.

Vale salientar que  problemas dessa magnitude não ocorrem  frequentemente após cirurgias da próstata, porém uma vez diagnosticados, deve ser prontamente tratados por Urologista habilitado e treinado em Urologia Reconstrutora e Cirurgia Uretral.