Incontinência Urinária em Mulheres.

Diversas mulheres em todo Brasil e no mundo sofrem com a incontinência urinária. Esta condição  pode interferir nas atividades e na sua qualidade de vida, comprometendo o bem-estar físico, emocional, psicológico e social.

Existem dois tipos de incontinência: d esforço e de urgência. A primeira é a mais comum e a perda da urina ocorre ao praticar exercícios, rir, tossir, entre outros esforços. Já o tipo por urgência se dá na vontade súbita de urinar e a perda de urina corre caso não consiga chegar ao banheiro a tempo.

A causa mais comum da incontinência urinária feminina é o enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico. Por isso, as chances da mulher desenvolvê-la são maiores durante a gravidez, no pós-parto e na menopausa, uma vez que durante estes períodos há uma maior fragilidade da musculatura pélvica e das estruturas que sustentam a bexiga.

O tratamento pode consistir em exercícios para a musculatura do assoalho pélvico, utilização de medicamentos ou cirurgia. Consulte um urologista e descubra o melhor tratamento para o seu caso.